Aleitamento.com
AmamentaçãoMãe CangurúCriançasCuidado PaternoHumanização do PartoBancos de Leite Humano Espiritualidade & Saúde DireitosProteçãoPromoçãoILCA / IBCLCConteúdo ExclusivoTV AleitamentoGaleria AMNotíciasEventosSites e BlogsLivrariaCampanhas
 
Faça seu login e utilize ferramentas exclusivas. Se esqueceu a senha, acesse o "cadastre-se" e preencha com seu e-mail.

\ Mãe Canguru \ Ensino \ Artigo

CURSO ( X ): A importância do CALOR

Por: Dr. Luis Alberto M. Tavares

   

  Noções de termorregulação no período neonatal


A termorregulação é o mecanismo através do qual o recém nascido (RN) preserva sua temperatura corporal dentro de uma faixa chamada ideal ou ótima.
Sabe-se hoje que o RN tem pouca capacidade de lançar mãos de recursos fisiológicos para preservar sua temperatura.
Como assim?
Nós, adultos, suamos em tempo quente e o suor gera perda de calor. O prematuro não.
Nós, adultos, quando o tempo esfria muito, "roubamos" a circulação das extremidades das mãos e dos pés para o tronco. Por isso ficamos com as mãos e os pés gelados, por isso mantemos quente nosso coração mesmo no frio. O prematuro não.
É necessário, portanto, que lancemos mão da chamada proteção térmica.


E o que é a proteção térmica?

É o conjunto de medidas adotadas para preservar o RN em uma zona térmica chamada neutra onde seu metabolismo não é prejudicado e sua vida preservada.
A foto de hoje mostra um bebê sob fonte de calor radiante e sob a chamada fototerapia dupla. Por sobre seu corpo há uma camada plástica. O ar ambiente da Unidade é frio e toca sua cabeça mais que seu corpo. E o bebe está em contato direto com o lençol do berço, a fralda, os tubos e fitas adesivas, o saquinho coletor...
Enfim...
Coisas que esquentam...
Coisas que esfriam...
Protege-lo termicamente significa adotar medidas que permitam que o somatório destes valores preserve a temperatura neutra do bebe, onde seu consumo de energia é fisiológico, contribuindo para o ajuste de seu tratamento.
E não nos enganemos: um grau a mais na temperatura ou 10 mililitros a mais na hidratação definitivamente comprometem.
Segundo documento da OMS, Organização Mundial da Saúde, um bebe exposto à uma temperatura de 23° C sofre tanto como um adulto exposto à uma temperatura de 0° C.

O Método Mãe-Canguru, ao promover o contato pele à pele, o aleitamento materno, a presença da mãe junto a seu bebe e o fornecimento constante de calor através de uma fonte fisiológica e natural, o corpo da mãe, cumpre etapas de proteção térmica extremamente eficientes e de acesso universal com baixo custo.
A hipotermia, baixa temperatura a que o RN pode ser submetido quando estas condições são desrespeitadas, pode por água abaixo longos dias de antibioticoterapia e cuidados respiratórios e levar ao óbito caso não seja rapidamente corrigida.
O MMC respeita este aspecto da saúde do bebe.
Parafraseando Che Guevara:

o bebe tem que aquecer-se, porém sem perder a ternura jamais.

Não perca os próximos capítulos...
 


Última atualização: 18/7/2011

 

Curtir

Comentários


Essa é uma área colaborativa, por isso, não nos responsabilizamos pelo conteúdo. Leia nossa Política de Moderação.
Caso ocorra alguma irregularidade, mande-nos uma mensagem.

 

Depoimentos

Gostou do site? Ele te auxiliou em algum momento? Deixe seu depoimento, assine nosso livro de visitas! Clique aqui.

Quem Somos | Serviços | Como Apoiar | Parceiros | Cadastre-se | Política de Privacidade/Cookie/Moderação | Fale Conosco
O nosso portal possui anúncios de terceiros. Não controlamos o conteúdo de tais anúncios e o nosso conteúdo editorial é livre de qualquer influência comercial.
Este site utiliza cookies para lhe proporcionar uma melhor experiência. Ao navegar no mesmo, está a consentir a sua utilização. Caso pretenda saber mais, consulte a nossa Política de Privacidade/Cookie.
24 Ano no ar ! On-line desde de 31 de julho de 1996 - Desenvolvido por FW2 Agência Digital