Aleitamento.com
AmamentaçãoMãe CangurúCriançasCuidado PaternoHumanização do PartoBancos de Leite Humano Espiritualidade & Saúde DireitosProteçãoPromoçãoILCA / IBCLCConteúdo ExclusivoTV AleitamentoGaleria AMNotíciasEventosSites e BlogsLivrariaCampanhas
 
Faça seu login e utilize ferramentas exclusivas. Se esqueceu a senha, acesse o "cadastre-se" e preencha com seu e-mail.

\ Cuidado Paterno \ Homem \ Artigo

A questão da PATERNIDADE merece ter uma POLÍTICA PÚBLICA

Por: Instituto Papai - PE

Paternidade: uma questão de política pública

 

 O envolvimento dos homens no cuidado dos filhos não pode ser pensado, exclusivamente, como uma questão de desejo individual, com base em atitudes particulares, ou focando apenas o reconhecimento da filiação e da pensão para satisfazer necessidades básicas dos filhos.

A participação do pai precisa ser vista como uma questão de direito no campo das políticas públicas, na medida em que elas são indispensáveis para construção de novas alternativas e oportunidades que promovam uma mudança de atitudes e práticas, que tornem compartilhadas entre homens e mulheres o prazer, o direito e as responsabilidades com a criação dos filhos.

É necessário ampliar o debate em torno da equidade de gênero, revendo a construção da masculinidade e da feminilidade e os processos de educação sexual, desenvolvendo espaços para que os homens e as mulheres, desde a mais tenra idade, socializem-se em atitudes livres de estereótipos discriminatórios e sexistas.

É preciso criar oportunidades para que homens possam desenvolver capacidades, habilidades e competências para se envolverem em situações de cuidado comprometidas com o respeito aos direitos das crianças e adolescentes. É importante que lhes seja permitido desfrutar do nascimento e desenvolvimento dos filhos, assim como acompanhar e compartilhar com as mães estas experiências, mesmo que não estejam vivendo juntos. Isso representa a promoção de mudanças culturais e seus resultados devem ser parte de um processo permanente de sensibilização, formação e informação.

 

Como envolver o homem jovem no cuidado infantil?

Em países como Brasil, Camarões, Jamaica, Suécia e Uganda, têm sido desenvolvidas importantes iniciativas com o objetivo de promover uma maior participação dos pais e futuros pais no cuidado dos filhos. Por meio dessas iniciativas, têm-se buscado estimular o compromisso dos pais no cuidado dos seus filhos, estimulando uma revalorização do cuidado e despertando o desejo dos homens em proteger seus filhos.

 

Nem todo pai é ausente?

Nem todo homem reproduz literalmente o modelo de masculinidade hegemônica (mais valorizado culturalmente). É importante que estejamos atentos para identificar no cotidiano e na fala desses homens jovens relatos de experiências que contradigam a norma. É preciso reconhecer, assim, que nem todo pai, é, por princípio, ausente e/ou irresponsável.

 

É preciso entender o cuidado também do ponto de vista dos homens

Precisamos estar continuamente atentos para não reforçar preconceitos e estereótipos, através de nossos atos e palavras. Ao definirmos cuidado com base no referencial feminino, muitas vezes dizemos que os homens não cuidam ou não sabem cuidar. Antes, é preciso entender qual o significado que os homens dão ao cuidado e buscar reconhecer práticas de cuidado que já realizam em seu cotidiano, desconstruindo a noção de que cuidado é atribuição exclusiva das mulheres.

 

Parcerias:

Ministério Público de Pernambuco – www.mp.pe.gov.br

Instituto Papai – www.papai.org.br

APEMAS – Associação Pernambucana de Mães Solteiras (55) (81) 3442 8567

Rede Via Láctea – www.aleitamento.org.br

 

Contato

Instituto PAPAI

Rua Mardônio Nascimento, 119 - Várzea

Recife/PE - Brasil - CEP 50741-380

TEL/FAX: (55) (81) 3271 4804

E-mail: papai@ papai.org.Br

Website: http://www.papai.org.br

Apoio: Fundação MacArthur/ Fundação Ford/ Ashoka

___________________________________________________________

Nosso site - www.aleitamento.com

luta e apóia a ampliação e o direito da participação do PAI no cuidado com os filhos.

Prof. Marcus Renato de Carvalho

 

 

 


Última atualização: 2/3/2011

 

Curtir

Comentários


Essa é uma área colaborativa, por isso, não nos responsabilizamos pelo conteúdo. Leia nossa Política de Moderação.
Caso ocorra alguma irregularidade, mande-nos uma mensagem.

 

Depoimentos

Gostou do site? Ele te auxiliou em algum momento? Deixe seu depoimento, assine nosso livro de visitas! Clique aqui.

Quem Somos | Serviços | Como Apoiar | Parceiros | Cadastre-se | Política de Privacidade/Cookie/Moderação | Fale Conosco
O nosso portal possui anúncios de terceiros. Não controlamos o conteúdo de tais anúncios e o nosso conteúdo editorial é livre de qualquer influência comercial.
Este site utiliza cookies para lhe proporcionar uma melhor experiência. Ao navegar no mesmo, está a consentir a sua utilização. Caso pretenda saber mais, consulte a nossa Política de Privacidade/Cookie.
24 Ano no ar ! On-line desde de 31 de julho de 1996 - Desenvolvido por FW2 Agência Digital