Aleitamento.com
AmamentaçãoMãe CangurúCriançasCuidado PaternoHumanização do PartoBancos de Leite Humano Espiritualidade & Saúde DireitosProteçãoPromoçãoILCA / IBCLCConteúdo ExclusivoTV AleitamentoGaleria AMNotíciasEventosSites e BlogsLivrariaCampanhas
 
Faça seu login e utilize ferramentas exclusivas. Se esqueceu a senha, acesse o "cadastre-se" e preencha com seu e-mail.

\ Amamentação \ Cultura \ Artigo

Desafios da amamentação "prolongada"

Por: Gabrielle Gimenez

 /

Desafios da amamentação "prolongada"

 

*Gabrielle Gimenez @gabicbs

 

                                       Fala-se bastante sobre os benefícios da amamentação, em especial dentro dos primeiros seis meses de vida (período recomendado de aleitamento materno exclusivo), o que leva muita gente a crer que essa seria a duração ótima da amamentação.

No entanto, a recomendação da Organização Mundial de Saúde, endossada pelo Ministério da Saúde e Sociedade Brasileira de Pediatria, é que o aleitamento materno deve durar “até 2 anos ou mais”, sendo complementado com outros alimentos a partir dos 6 meses de vida do lactente. E é sempre bom lembrar que não existe tempo máximo ou ideal recomendado para o seu término. Isso fica ao critério da mãe e da criança.

 

Amamentando na cultura do desmame

 

Quando lemos sobre todos os benefícios que a amamentação proporciona à mãe, ao bebê, à família, à sociedade, ao meio ambiente e ao planeta, é difícil, num primeiro momento, imaginar que alguém escolhesse ficar de fora. Mas o fato de viver numa sociedade de consumo pró desmame constrói uma realidade para a amamentação que a torna muito desafiadora, em muitos casos, sequer havendo um direito de escolha. 

Na teoria, está tudo muito bem documentado e respaldado pelos principais organismos de saúde. Na prática, nascem os dentes, o bebê começa a introdução alimentar e as pessoas, incluídos muitos profissionais da saúde, não veem necessidade dele continuar mamando. A amamentação é taxada de "prolongada", termo que dá a entender que já está mais do que na hora de repensar a sua continuidade. Nesse contexto, a mãe que decide seguir amamentando pode se sentir só, hostilizada e incompreendida.

 

Obstáculos culturais

 

Amamentar para além do primeiro ano de vida se torna um desafio e tanto, sendo os obstáculos, em sua maioria, culturais:

 

A extensa lista daquilo que a mãe lactante "não pode fazer" é um dos motivos para o abandono precoce da amamentação, pois se torna um fardo pesado demais para ser carregado por "tanto tempo". Curiosamente, as evidências apontam que poucas coisas ou práticas são realmente incompatíveis com a amamentação. Muitas das restrições impostas às mulheres nessa fase nascem do preconceito social ou de crenças sem fundamento.

 

A ideia de que o leite materno perde a sua eficácia com o passar do tempo também é um grande obstáculo. Quantas mulheres não escutam, até dentro dos consultórios médicos, que seu leite a essa altura já virou água ou que não tem mais nenhum benefício para a criança, entre outras mentiras? Porque, sim, no final das contas não passam de opinião pessoal sem nenhuma base científica, já que o leite materno jamais perde suas propriedades. Mas é muito desgastante levar a amamentação adiante quando somos levadas a crer que nosso esforço é inútil.

 

A estranheza de ver uma criança "grande demais" no peito leva a perguntas insistentes sobre "quanto durará a amamentação afinal?". Por outro lado, se essa mesma criança usasse chupeta ou mamadeira, dificilmente seria criticada por isso. São as incoerências da cultura do desmame, que tornam a amamentação um eterno remar contra a maré.

 

A amamentação termina levando a culpa de quase tudo. O bebê ainda não dorme a noite toda? Culpa da amamentação. Ele não "limpa" o prato na hora do almoço? É porque mama. Ainda não fala? Não desfraldou? Está tendo dificuldade para se adaptar na escolinha? Faz birra? Culpa do peito. O casal não está bem? A amamentação é a responsável... E claro, o desmame é vendido como a solução mágica ideal para todos esses "problemas".

A lista poderia continuar.

 

Menos críticas, mais apoio!

 

A maior desvantagem da amamentação "prolongada" é o preconceito e a exclusão social que mães que amamentam crianças mais “velhas” podem sofrer. Isso está relacionado à perda da cultura da amamentação e à sua substituição pela cultura da mamadeira. Sobram críticas e falta apoio efetivo. Muitas terminam abandonando a ideia inicial de amamentar até o desmame natural por não aguentarem a pressão social e profissional para o término da amamentação.

 

Segundo dados do ENANI 2019, a prevalência de aleitamento materno continuado aos 12 meses vem aumentando, no Brasil é de 53,1%. E para quem já viveu na pele a experiência de amamentar uma criança que já anda e fala, sabe que por trás desses números existe muita resistência. Muita mesmo!

 

Os benefícios da amamentação são inúmeros, e inexistem malefícios. Assim, não há nenhuma razão médica para desestimular a amamentação, recomendar ou impor o desmame com base na idade. Em outras palavras, deixem as mães amamentarem em paz. Deixem as crianças mamarem pelo tempo que quiserem e precisar.

 


*Gabrielle é mãe de três, editora especial do portal aleitamento.com e autora do livro

"Leite Fraco? - Guia prático para uma amamentação sem mitos"

 

 

Leia mais sobre Amamentação estendida aqui no aleitamento.com

 

Amamentação estendida: até 2 anos ou mais

01/11/2017 ... “Extended breastfeeding” = Amamentação estendida. Precisamos falar sobre. amamentação prolongada. Amamentar o filho por dois anos ou mais ...

 

AMAMENTAÇÃO "PROLONGADA" ainda causa ...

17/10/2012 ... AMAMENTAÇÃO "PROLONGADA" ainda causa polêmica. Por: Dr. Marcus Renato de Carvalho + Revista Pais & Filhos. Até quando dar de mamar? Amamentação ...

 

AMAMENTAÇÃO PROLONGADA: vantagens ...

14/06/2011 ... AMAMENTAÇÃO PROLONGADA: vantagens para a SAÚDE MENTAL das CRIANÇAS ... A amamentação ajudaria os lactentes a superar melhor o estresse e até ...

 

MULHERES que AMAMENTAM por 2 ANOS ou ...

09/06/2011 ... As mães que continuam amamentando após um ano enfrentam muitos ... Podemos dizer que a amamentação prolongada foi tão satisfatória para ...

 

SBP - Departamento Científico de Aleitamento Materno: Nota técnica

03/05/2017 ... Além disso, avolumam-se as evidências científicas sobre o impacto positivo do AM “prolongado” na saúde da criança e da mulher que amamenta, ...

 

Qual o PERFIL das MÃES que AMAMENTAM até ...

02/03/2012 ... desmame, padrões alimentares, nutrição infantil. Aleitamento materno, Amamentação prolongada. Buscar. Nós ...

 

Revista TIME: AMAMENTAÇÃO de crianças ...

14/05/2012 ... Se for jogar a idade dos mamíferos teria que amamentar por um tempo prolongado", comentou. Porém a realidade é outra: "gostaríamos que as...

...

 

 

 


Última atualização: 29/9/2021

 

Curtir

Comentários


Essa é uma área colaborativa, por isso, não nos responsabilizamos pelo conteúdo. Leia nossa Política de Moderação.
Caso ocorra alguma irregularidade, mande-nos uma mensagem.

 

Depoimentos

Gostou do site? Ele te auxiliou em algum momento? Deixe seu depoimento, assine nosso livro de visitas! Clique aqui.

Quem Somos | Serviços | Como Apoiar | Parceiros | Cadastre-se | Política de Privacidade/Cookie/Moderação | Fale Conosco
O nosso portal possui anúncios de terceiros. Não controlamos o conteúdo de tais anúncios e o nosso conteúdo editorial é livre de qualquer influência comercial.
Este site utiliza cookies para lhe proporcionar uma melhor experiência. Ao navegar no mesmo, está a consentir a sua utilização. Caso pretenda saber mais, consulte a nossa Política de Privacidade/Cookie.
26 Ano no ar ! On-line desde de 31 de julho de 1996 - Desenvolvido por FW2 Agência Digital